Tola e os Demais Juízes

JAIME JARDINE

Meu desejo é falar acerca dos juízes de Israel, especialmente sobre um homem chamado Tola. Vamos recordar um pouco acerca da história do povo de Israel e aplicar as lições para o povo de Deus nos dias de hoje, sempre lembrando que estamos na dispensação da graça e não da Lei - como era o povo de Israel.

Notemos o período de tempo desde Moisés a Josué, até o tempo quando Saul se tornou o primeiro Rei de Israel. Este tempo durou mais de 300 anos. Com exceção do que lemos no livro de Rute, onde vemos pessoas que demonstram o temor de Deus, o período é bem resumido em Juízes 17.6 “Naqueles dias, não havia rei em Israel; cada qual fazia o que parecia direito aos seus olhos.” (versão corrigida)

Houve15 juízes no total, porém dois estão mencionados no livro de 2 Samuel – Eli e Samuel, portanto há 13 juízes no livro de Juízes.

São os seguintes:

01. OTNIEL  Jz 1:1-15 da tribo de Judá. O juiz ideal

02. EÚDE Jz 3:12-30 da tribo de Benjamim. O juiz diplomático.

03. SANGAR Jz 3:31 da tribo de Naftali Jz. 3:31. O juiz corajoso.

04. DÉBORA Jz. 4:1 – 5:30 da tribo de Efraim. A juíza trabalhadora.

05. GIDEÃO.  Jz.  6:1 – 8:27 da tribo de Issacar. O juiz humilde.

06. TOLA. Jz. 10:1,2  Da tribo de Efraim. O Juiz pacificador.

07. JAIR Jz. 10:3-5. Da tribo de Manassés. O Juiz iluminado.

08. JEFTÉ Jz. 10:6 – 12:7 Da tribo de Manassés. O Juiz legalista.

09. IBSÃ Jz. 12:8-10 Da tribo de Judá O Juiz pastoral.

10. ABDOM Jz.12:13-15 da tribo de Efraim. O Juiz que ministrava.

11. ELOM Jz. 1:11,12. Da tribo de Zebulom. O Juiz da falsa paz.

12. ABIMELEQUE.  Jz. 9:22-55.Pseudo libertador sem autoridade divina. Da nação dos filisteus (seu nome significa: “meu pai é rei”) O Juiz Carnal. Aplicação para as igrejas hoje: Veja Judas 4 “Pois certos indivíduos se introduziram com dissimulação que transformam em libertinagem a graça de nosso Deus e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo.” (Jd 1:4 RA)

13. SANSÃO Jz. 13.1 – 16:31   da tribo de Dā o Juiz forte porém, fraco.

Por que 13? A assim chamada “Lei da primeira menção”, a Bíblia nos dá uma dica: Gên. 14:4 “Doze anos serviram a Quedorlaomer, porém no décimo terceiro se rebelaram.” (RA)

O número 13, portanto, é muitas vezes ligado à rebelião e assim o é no livro de Juízes.

Vamos considerar o sexto juiz: TOLA. Jz. 10:1,2, seu nome significa um verme.  Da tribo de Efraim. O Juiz pacificador.

O contexto em que achamos este homem é muito interessante. O capitulo anterior (Jz. 9) tem 57 versículos:  57 versículos que nos conta de guerra civil entre o povo de Deus. O povo matou seus líderes e o ditador revidou. Uma cena de total devastação. O povo estava exausto e desanimado. Deus, todavia, reage na Sua soberania e levanta um homem para trazer paz, um homem humilde que pouco nos é revelado.   Era filho de Puá, filho de Dodô, homem de Issacar; e habitava em Samir, na região montanhosa de Efraim, Jz. 10.2.

Foi Juiz em Israel por 23 anos e trouxe paz entre o povo sem matar ninguém e sem guerra. Como assim? Não sei, mas sei que nos faz lembrar de Cristo, de quem é um tipo, uma ilustração.

Mas eu sou verme e não homem; opróbrio dos homens e desprezado do povo. Todos os que me vêem zombam de mim; afrouxam os lábios e meneiam a cabeça: Confiou no SENHOR! Livre-o ele; salve-o, pois nele tem prazer.” (Sl 22:6-8 RA)

“Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou (se fez nada),  assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz. (Fp 2:5-8 RA)

Tola era verdadeiramente humilde. Fez-se nada para que pudesse servir seu povo e servi-lo em verdadeiro amor. O povo do Senhor necessita mais do que nunca, de irmãos e irmãs assim. Acabaria de vez com a politicagem e desejo só de aparecer tão comum entre nós. Não é fácil, pois a carne sempre quer ganhar a batalha em nossas almas. Deixe me perguntar: Você está pronto a ser considerado “verme e não homem; opróbrio dos homens”? Está difícil com certeza, mas com Cristo e o seu Espírito em nossas vidas tudo ė possível.

As igrejas de Deus, tanto desta região como de outros lugares necessitam de oração mais do que pregação, mais homens que não desejam plataforma, mas o poder que só vem do Espírito.

Vamos interceder a favor de todos os irmãos, e das igrejas do Senhor. Desejemos ser não tolos, mas Tolas, não insensatos, mas verdadeiros servos do povo do Deus Altíssimo!

Henry Martyn (1781 – 1812) morreu aos 31 anos de idade com tuberculose. Numa vida tão curta, ele fez mais para a causa de Deus do que a maioria de nós em 70-80 anos.

Chegando à Índia, se ajoelhou na praia e orou: “aqui, deixa-me ser combustível no trabalho de Deus”. Hoje é lembrado pelo trabalho que fez entre os hindus e muçulmanos na pregação e tradução das Escrituras.

Termino com a citação de Paulo “Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol da vossa alma. (2 Cor. 12:15 RA)

Que isso seja o desejo dos nossos corações!

AMÉM

 UBERLÂNDIA (MG), 03.10.2009

 


Estudos Bíblicos