O sábado não é para ser idolatrado

Israel Belo de Azevedo

Todo ser humano precisa descansar. Ninguém é de ferro. O próprio Criador do trabalho descansou. Tem gente que tem mania de trabalhar. Alguns, enquanto trabalham, fogem de si mesmos. O sábado evita isto.

Quando o homem entra neste círculo de comunicação com o seu Deus, ele é feliz. O sábado é pra gente se lembrar disto. Senão, viramos deuses de nós mesmos ou seguimos a outros deuses, que nos empurram para o abismo da ansiedade e da frustração (Deuteronômio 5.15).

Nosso modelo para o descanso é o próprio Deus. Ele descansou porque tinha feito tudo. Nisto Deus é também modelo para nós, que nem bem terminamos uma coisa, começamos outra. Deus confiava no que tinha feito. Não era ansioso como nós. Por isto, pôde descansar. Agora podia se alegrar com o que tinha feito.

Ele descansou para nos dizer que precisamos descansar. Do contrário, seremos escravos da tirania das coisas.

Ele descansou para que pudéssemos continuar sua obra. Ao descansar, entregou-nos a responsabilidade de prosseguir a construção do mundo. Deus descansou para que o homem começasse a trabalhar. O primeiro dia de trabalho do homem é o primeiro dia depois do descanso de Deus.

Israel Belo de Azevedo - Pastor e Autor Batista
O Prazer da Palavra

 


Estudos Bíblicos