10 Questões a Considerar Sobre o Anticristo

1 – As idéias modernas sobre o Anticristo não correspondem ao pensamento dos Reformadores do século XVI ou ao de João Wesley e outros intérpretes bíblicos anteriores e posteriores.

2 – João é o único escritor bíblico que fala especificamente do Anticristo (1 João 4:3; 2 João 7).

3 – Jesus falou de grandes enganos nos últimos dias, incluindo indivíduos que se revelariam falsos Cristos (Mat. 24:3-5, 23, 24, 27).

4 – O Cristo real quando vier será visível a todos no mundo; não Se apresentará somente num local (Mat. 24:27; Apo. 1:7).

5 – O Anticristo não é uma pessoa, mas um poder que não se revelará inimigo do cristianismo. Antes, atuará em nome dos cristãos, já que enganará a toda a humanidade. Só não enganará o “pequeno rebanho” de Deus. Toda a Terra se maravilhará ante esse poder e será induzida a prestar-lhe culto (Apo. 13:3, 4, 8).

6 – O engano desse ser será tão sutil que poderia enganar até os escolhidos. Para chegar a esse ponto deve ter uma aparência muito benigna e cristã, e não o contrário disso.

7 – Uma besta (fera) em profecia indica poderes, não pessoas, como se vê em Daniel 7, onde as quatro feras, ou bestas, representam as potências mundiais a partir do tempo de Daniel—Babilônia, Medo-Pérsia, Grécia e Roma.

8 – A besta de Apocalipse 13 tem todos os elementos das quatro bestas de Daniel 7 - leão, leopardo, urso, sendo em tal composição certamente “terrível e espantosa” (ver Apo. 13:2).

9 – O tempo de opressão do poder perseguidor ao final contra o povo de Deus é o mesmo atribuído à ponta pequena que brota da cabeça do 4o. animal de Daniel (Roma) - 1.260 dias, ou 42 meses, ou tempo, tempos e metade de um tempo (comparar Dan. 7:25 com Apo. 13:5 e 12:6).

10 – A questão-chave da tribulação final trata de adoração genuína versus falsa adoração (comparar Apo. 13 com 14:6-12).

Prof. Azenilto G. Brito
Ministério Sola Scriptura
Bessemer, Ala., EUA

 


Estudos Bíblicos